Caso não esteja visualizando a mensagem corretamente, acesse o link.
 

Mural informa resumidamente sobre ações desenvolvidas ou apoiadas pelo Sindipeças.

 
Consórcio para inovação
O Sindipeças reuniu empresas associadas para apresentar o assunto projetos consorciados de inovação com recursos do programa Rota 2030. Os temas para esses projetos foram levantados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que detectou os principais problemas na implantação de soluções de indústria 4.0. “As maiores ‘dores’ do setor foram agrupadas em quatro temas, validados em reuniões de trabalho com empresas associadas”, informa Mauricio Muramoto, diretor de Inovação do Sindipeças. São eles:
* Automação e robótica: inspeção automatizada de processos e produtos;
* IIOT (internet industrial das coisas): instalação e uso de sensores com predição de falhas;
* Otimização de produção: uso de dados históricos para melhorias de produção; e
* Otimização de performance de máquinas: coleta de dados e uso de inteligência artificial.

Participaram do webinar, realizado no final de setembro, as gestoras dos projetos prioritários do Rota 2030 (PPPs) Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Três fabricantes de autopeças também compartilharam suas experiências em projetos de inovação com recursos do Rota 2030: Paranoá, Selco e Tuzzi.

Assista ao vídeo completo das apresentações.

Recursos
Ainda há R$ 330 milhões disponíveis no programa, do total de R$ 580 milhões reservados para investimento em inovação. No caso dos projetos de indústria 4.0, tema do webinar, desenvolvidos em parceria com unidades do Instituto Senai de Inovação (ISIs), a contrapartida é de 41,5%. Em processos não-competitivos, o consócio entre empresas pode ser interessante pelo rateio do custo e compartilhamento de riscos e conhecimentos, além do acesso a projetos validados por empresas, institutos de ciência e tecnologia (ICTs) e entidades.

Dá tempo de participar. As empresas interessadas poderão se inscrever nas reuniões com ISIs agendadas para os dias 20 e 21 de outubro, para detalhado esclarecimento sobre cada projeto:
* 20 de outubro, às 9h: Automação e Robótica. Inscreva-se.
* 20 de outubro, às 10h30: Internet Industrial das Coisas. Inscreva-se.
* 21 de outubro, às 9h: Big Data. Inscreva-se.
* 21 de outubro, às 10h30: Inteligência Artificial. Inscreva-se.

Para saber, envie mensagem para inovacao@sindipecas.org.br.
 
 
Sustentabilidade
O Sindipeças promove no próximo dia 21 (quinta-feira), das 8h30 às 12h30, o XVII Fórum de Sustentabilidade, evento anual com o objetivo de proporcionar a seus associados ambiente
de conhecimento e interação nos três aspectos da sustentabilidade: ambiental, econômico e social, temas que têm ganhado muita relevância nos últimos anos. Integram o programa Basf, Knorr-Bremse, Fundação Iochpe, Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade (Invest SP), Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e
Mattos Filho Advogados. Também serão mostrados os trabalhos selecionados no Programa
do Sindipeças de Divulgação de Projetos de Sustentabilidade.

Saiba mais e participe.
 
 
Novos associados
De janeiro a setembro deste ano, 21 empresas associaram-se ao Sindipeças e passaram a utilizar o conhecimento e os trabalhos da entidade: Açotubo Indústria e Comércio, Associação Cultural de Renovação Tecnológica Sorocabana, Aunde Brasil, Brasfit Indústria e Comércio, CGR Elismol Indústria Metalúrgica, Eagle do Brasil, Hi-Lex do Brasil, ECO Indústria e Comércio de Artefatos Estampados de Metais, F2J Brasil Faróis e Sistemas Automotivos, Jocan Indústria Mecânica, LC Centro de Montagem, Limer-Stamp Estamparia, Ferramentaria e Usinagem, Metalcoop − Cooperativa de Produção Industrial de Trabalhadores em Conformação de Metais, Neo Steel, TSA – Tecnologia em Sistemas Automotivos e ZP Indústria e Comércio de Peças, de São Paulo; Auto Forjas e Cooper Standard Automotive Brasil Sealing, de Minas Gerais; Itesapar Fundição, do Paraná; e IVA Indústria de Componentes Automotivos e Track Comércio de Acessórios Automotivos, do Rio Grande do Sul.

Conheça a lista completa, com cerca de quinhentas empresas associadas e seus produtos.
 
Remanufaturados
Na reunião bimestral do Comitê de Remanufaturados realizada no início de outubro, foram discutidos os seguintes temas: construção de advocacy setorial, plano de ação, com a possibilidade de engajamento de outros setores, e certificação voluntária.

Para saber mais, escreva para reposicao@sindipecas.org.br.
 
 
Projeções de produção
O Comitê de Forecast do Sindipeças apresentou aos associados da entidade, com exclusividade, a revisão do terceiro trimestre das análises e previsões de produção de veículos no Brasil e na Argentina para os próximos cinco anos. A apresentação, on-line, foi feita no final de setembro, para mais de duzentos participantes.

Consulte as informações. Para assistir ao vídeo da apresentação, envie mensagem para comitestecnicos@sindipecas.org.br.
 
 
Plataforma de currículos
O Sindipeças desenvolveu o Banco de Currículos, plataforma para inclusão de informações curriculares de candidatos interessados em trabalhar na indústria de autopeças. A consulta aos dados dos candidatos é exclusiva para os cerca de quinhentos associados da entidade. Saiba mais e divulgue para sua rede de contatos. Para outras informações, envie mensagem para bancodecurriculos@sindipecas.org.br.
 
 
Encontro de PMEs
Líderes de pequenas e médias empresas associadas ao Sindipeças reuniram-se em setembro para discutir temas de interesse coletivo, como os recursos disponíveis para investimentos em projetos de inovação, no âmbito do programa Rota 2030, alguns deles sem necessidade de contrapartida, e as novidades oferecidas pelo Instituto Sindipeças de Educação Corporativa. Daniel Randon, CEO das Empresas Randon, também participou, e apresentou sua visão sobre a transformação como motor da produtividade. Ele destacou três aspectos importantes nesse processo: necessidade de mudança de mindset; fortalecimento com a atuação em rede; e postura protagonista para estar à frente.

Veja outras informações da reunião, apresentadas por Luis Gonzalo Guardia Souto, responsável pelo trabalho com as PMEs do Sindipeças.

Para saber mais e participar dos próximos encontros, envie mensagem para pme@sindipecas.org.br.
 
 
 
Semicondutores
O Sindipeças participou de audiência pública da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados sobre a escassez de semicondutores no mundo e, consequentemente, no Brasil, realizada em outubro. A entidade reconheceu a importância de medidas que reduzam a dependência do mercado externo nesse item, fundamental para a indústria automotiva, e defendeu a prorrogação do Programa de
Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Semicondutores e Displays (Padis).

Trânsito melhor

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou o novo Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), cuja elaboração o Sindipeças acompanhou ativamente. O plano está estruturado em seis pilares básicos: Gestão da Segurança no Trânsito; Vias Seguras; Segurança Veicular; Educação para o Trânsito; Atendimento às Vítimas; e Normalização e Fiscalização.

Leia na íntegra a Resolução Contran n.º 870, que dispõe sobre o Pnatrans.

Para saber mais, envie mensagem para ld-relacoesgovernamentais@sindipecas.org.br.
 
 
 
ESG em destaque
O Instituto Sindipeças de Educação Corporativa promoveu em setembro o 17.º Diálogo com RH, evento no qual associados e convidados discutem temas relevantes da área para o fortalecimento das empresas e de seus colaboradores. Nessa edição, o assunto escolhido foi o ESG − sigla em inglês para meio ambiente, social e governança −, com ênfase no aspecto social da educação. “O ESG está cada vez mais presente na vida corporativa e deve passar a tema obrigatório em pouco tempo”, afirma Luis Gonzalo Guardia Souto, diretor do instituto.

Os participantes assistiram a interessantes apresentações de Claudio Anjos, presidente do Programa Formare, que investe na formação profissional inicial de jovens em situação de vulnerabilidade econômica e social, por meio de parcerias com empresas; de Miriam Cunha, diretora-executiva de RH do Hospital Albert Einstein, sobre o Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis, em São Paulo (SP), que tem a missão de promover justiça social por meio de ações sociais; e Edilson Ventureli, diretor-executivo do Instituto Baccarelli, instituição que oferece ensino de música a crianças e adolescentes da comunidade paulistana de Heliópolis, onde também mantém a Orquestra Sinfônica de Heliópolis, internacionalmente conhecida por ser a primeira do mundo numa favela.

Assista ao vídeo completo, com apresentação das crianças dos Corais de Heliópolis ao final.
 
 
 
Rio Grande do Sul
A regional gaúcha do Sindipeças promoveu encontro de associados este mês, em que foram apresentadas as perspectivas de mercado para 2022, por Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing de Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz; os cenários para o agronegócio brasileiro, por Paulo Hermann, presidente da John Deere; e planejamento das demandas da reposição no pós-pandemia, por Marcelo Gabriel, diretor da Latin America Automotive Aftermarket Alliance for Business. A reunião, com mais de cem participantes, foi coordenada por Sérgio Carvalho, diretor da Regional do RS e vice-presidente executivo e COO da Randon.

Para outras informações, envie mensagem para sindiprs@sindipecas.org.br.
 
 
 
O Sindipeças é grande difusor de informações sobre diversos temas relevantes para a indústria de autopeças. Fique atento às comunicações da entidade e participe das discussões. Alguns exemplos:
21/10: XVII Fórum de Sustentabilidade do Sindipeças (on-line);
20 e 21/10: Reuniões sobre recursos para inovação (ver matéria “Consórcio para inovação”);
25 a 29/10: Rodada de Negócios Virtual com Países da América Central (on-line);